Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007

NÃO AO ABORTO

 Estamos sempre a celebrar a encarnação do Verbo, do Verbo que Se manifestou como a plena revelação da verdade e como a definitiva expressão do amor.
Foi Ele quem Se proclamou como sendo a Verdade (cf. Jo 14, 6) e foi Ele quem nos mostrou que Deus é Amor (cf. 1 Jo 4, 8.16).
Acontece que nós, temos patenteado, ao longo dos séculos, um grande problema com a verdade e um grave contencioso com o amor.

2. No que respeita à verdade, invertemos a relação: julgamos possui-la em vez de nos deixarmos possuir por ela.
Então, sentimo-nos donos da verdade em lugar de nos assumirmos como seus buscadores incessantes.
Não anunciamos a verdade, impomos a nossa verdade.
Nos últimos tempos, temos dados passos na procura de uma atitude diferente, mas ainda estamos (muito) longe da humildade que se exige a quem busca, a quem nunca deixa de procurar.

3. No que toca ao amor, teimamos em ostentar uma desconfiança: partimos do princípio de que amar é importante, mas sem excessos (como se pudesse haver excesso no amor).
O certo é que, mais ou menos conscientemente, desconfiamos de quem mostra amar mais do que de quem mostra amar menos.
Ficamos mais incomodados com quem tem gestos de afabilidade do que com quem patenteia frieza e formalidade.
Regra geral, comenta-se mais a amizade entre duas pessoas do que a indiferença entre a esmagadora maioria delas.
Mesmo relativamente aos consagrados, persistimos numa visão redutora e pouco cristã: escudamo-nos no argumento de que temos de amar a todos por igual, o que, no fundo, veicula a ideia de que não podemos amar ninguém.
À luz do que Jesus Cristo nos mostrou, na Sua incomparável cátedra, amar a todos não significa amar friamente, mas amar cada um intensamente.
Há quem pense que, quando se ama, imediatamente se pretende possuir.
Não.
Quando se ama,o que se deseja é entregar, entregar-se desprendidamente, dar-se despojadamente.
Porque as pessoas são diferentes, não podemos amá-las do mesmo modo.
Impõe-se, por isso, que nos demos a cada pessoa de uma maneira única, até porque único é todo o ser humano.
Não se ama apenas através do sexo. Mas entre o sexo e o distanciamento frio vai um infindável abismo.
Há quem veja na mais leve expressão de afecto um indício de sexo. É patológico pensar assim.
É possível amar sem sexo. Mas é impossível amar com frieza, sem afecto, sem cortesia, sem afabilidade.

4. Em tempo de esfriamento das relações humanas, porquê continuar a desconfiar do amor e da amizade?
Não equivalerá isso a desconfiar do próprio Deus?
O amor vem de Deus. O amor é Deus. E Deus é amor
publicado por rosibeto às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 1 de Janeiro de 2007

UMA MENSAGEM PARA 2007

 

 

Sabem qual é a pior coisa que há na vida?

Não é não ter conseguido.

 É nunca sequer ter tentado

.

publicado por rosibeto às 21:56
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2006

VIDAS ATRIBULADAS

 - Não sei o que se passa

Gostaria de saber, porque nós os grandes complicamos tanto a vida. Achamos desculpas para tudo, até mesmo para as nossas loucuras. Corremos de manhã á noite e nunca estamos satisfeitos.

Nada é suficiente

Nada é perfeito

Nada serve

Nada satisfaz.......

- Em vez de parar um pouco:

Retomar a vida perdida

Enxugar as lágrimas de alguém....

Dar uma palavra de carinho

Abrir o coração para o Amor

publicado por rosibeto às 22:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 12 de Dezembro de 2006

PENSAMENTOS DA SEMANA

aquele que conhece o inimigo e a si mesmo, lutará cem batalhas sem perigo de derrota;

para aquele que não conhece o inimigo, mas conhece a si mesmo, as chances para a vitória ou para a derrota serão iguais; 

aquele que não conhece nem o inimigo e nem a si próprio, será derrotado em todas as  batalhas.......

Argumentos de autoridade só servem para denunciar o falhanço daqueles que os usam. Revelam assim que não sabem a que mais recorrer.

As pessoas são solitárias porque constroem paredes em vez de pontes

publicado por rosibeto às 22:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 30 de Novembro de 2006

AMIZADE

A amizade não se busca, não se sonha, não se deseja;

 ela exerce-se (é uma virtude)

Quando o meu amigo está infeliz, vou ao seu encontro;

quando está feliz, espero por ele

tags:
publicado por rosibeto às 23:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

PARA TI MANINHA

para ti maninha


espero que a tua vida seja como a matematica... amigos

somados, inimigos subtraidos, alegrias multiplicadas, e tristezas

divididas... adoro-te mtmtmtmtmtmtmtmtmtmtmtmt UM BJO

GRANDE DAS TUA MANA

publicado por rosibeto às 22:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 27 de Novembro de 2006

ADIVINHA

Não tem forma, não tem jeito
Mas vê-se a longa distância
Não tem boca não tem peito,
Vence qualquer discordância.
publicado por rosibeto às 22:26
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Domingo, 26 de Novembro de 2006

ENCARAR A VIDA COM UM SORRISO

Sorri

Sorri Sempre

Ainda que o teu sorriso seja Triste

Porque mais triste que o teu Sorriso

Triste é a tristeza de não saber Sorrir

publicado por rosibeto às 18:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 20 de Novembro de 2006

Como é a vida de um casal feliz?

     

A vida de um casal feliz é aquele em que sabemos dividir tudo o que temos, saber admitir quando erramos, saber chamar atenção do outro quando fez algo errado, saber elogiar quando é necessário, ser companheiro, amigo, confidente, atencioso, amoroso, namorado, cúmplice, romântico.
Ser a vida um do outro, ser o ar que outro respira, ser o centro das atenções para o outro, ser o Que diferente de todos os outros, ser o ideal para tudo. Ser a cara-metade do outro.
Saber que um dia que passou foi bom e o que virá será melhor ainda ao lado de quem se ama.
Saber que um dia de sol é como o mais brilhante de todos sem comparar ao sorriso da pessoa amada.
Olhar para teu(tua) companheiro(a) e dizer que o (a) ama todos os dias.
Olhar para teu compnheiro e ver o quanto ele a faz feliz.
Abraçar teu companheiro e sentir o calor dos teus braços (são sinceros).
beijá-lo e sentir todo o teu sentimento, mas acima de tudo isso, é necessário que a união seja fortalecida todos os dias, que nunhum ultrapasse o espaço do outro e ame e demonstre o que sente sem restrições.
A felicidade é plantada a cada dia de tua vida, devemos cultivar e cuidar todos os dias a felicidade.
Olhar um dia como se fosse o último, fazer a pessoa feliz como se fosse o último minuto que estaria com ela.

sejam felizes!!!

SONHO

publicado por rosibeto às 02:38
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006